Blog

Iniciativa para os jogos deste fim de semana entre Galvez x Paysandu e Atlético-AC x Remo, da primeira fase, tem 3 mil vouchers disponíveis para cada partida

– Atualizado em

Texto Retirado do Site Globo Esporte

Por Duaine Rodrigues e Nathacha AlbuquerqueRio Branco, AC

Os torcedores que desejarem assistir na Arena da Floresta, em Rio Branco, os duelos entre Galvez e Paysandu e Atlético-AC e Remo, neste fim de semana, pela primeira fase da Copa Verde, já podem trocar garrafas pet por ingressos para as partidas. O equipamento de troca foi disponibilizado desde a tarde desta quinta-feira (2), em frente à loja Star Motos, na Avenida Chico Mendes, em Rio Branco. Cada torcedor pode depositar três garrafas pet em troca de um voucher, com limite de até quatro bilhetes por pessoa. Ao todo, são 3 mil bilhetes disponíveis para cada confronto. Para trocar, basta escolher o jogo que deseja ver, inserir o número do CPF e uma garrafa pet na máquina. As outros duas garrafas são colocadas em um espaço reservado ao lado para agilizar o processo.

Torcedores troca garrafas pet Copa Verde Acre (Foto: Duaine Rodrigues)

Torcedores formam fila para trocar garrafas pet por ingressos de jogos da Copa Verde em Rio Branco, capital do Acre (Foto: Duaine Rodrigues)

Os vouchers podem ser trocados na bilheteria da Arena da Floresta, na capital acreana, que terá um guichê específico nos dias dos jogos. Para o jogo entre Galvez e Paysandu, neste sábado (4), às 19h (de Brasília), a promoção é valida até o início da tarde, entre 12h e 13h. Para Atlético-AC x Remo, que jogam domingo (5), às 18h (de Brasília), a promoção segue até o dia do jogo com previsão de término às 13h (do Acre).

O policial militar Everton Araújo, 27, foi um dos primeiros a realizar a troca na manhã desta sexta-feira. Ele efetuou a troca de três ingressos (nove garrafas), dois para o jogo do Galvez, clube para o qual torce e pretende ver com a esposa e a filha pequena, e um para o do Atlético-AC, que vai presentear o pai, segundo ele, torcedor do Galo Carijó. O torcedor aposta em vitórias acreanas nos confrontos com os paraenses.

– Isso é um atrativo a mais, um incentivo já que proporciona de uma forma mais fácil a troca das garrafas pet por ingressos para chamar mais o torcedor para comparecer ao estádio e dá credibilidade aos times do nosso estado nessas competições nacionais. Galvez 2 a 1 e Atlético-AC 2 a 0 no Remo – afirma.

 

Pé de Ferro, Elison Azevedo, Edener Franco e Kinho, representantes Atlético-AC e Galvez (Foto: Duaine Rodrigues)

Zagueiro Pé de Ferro e presidente Elison Azevedo, do Atlético-AC, ao lado do diretor de futebol do Galvez, tenente-coronel Edener Franco e do volante Kinho, do Imperador (Foto: Duaine Rodrigues)

O consultor de sustentabilidade da CBF, Carlos Painel, destaca a importância da iniciativa e o resultado obtido no Acre na temporada passada, na ocasião do duelo entre Rio Branco-AC x Paysandu, pela segunda fase, quando foram trocados 3.337 bilhetes.

Carlos Painel, consultor de sustentabilidade da CBF (Foto: Duaine Rodrigues)

Carlos Painel, consultor de sustentabilidade da CBF (Foto: Duaine Rodrigues)

A gente percebeu que esse processo de trocas de garrafas pet por ingressos, além do benefício socioambiental, para os catadores de resíduos, o público que vai ao estádio se diferencia. Vão muitas famílias porque isso dá oportunidade para que essas pessoas vão ao estádio pela primeira vez. Todos os jogos da Copa Verde em que há troca de garrafas pet por ingressos, o material vai para uma cooperativa ligada ao Movimento Nacional dos Catadores de Resíduos. Aqui em Rio Branco no ano passado, foi curioso porque acabaram os ingressos e o próprio presidente do Rio Branco botou mais ingressos, porque acabou em função da quantidade de pessoas que queria estar lá – comenta.

O presidente da Federação de Futebol do Acre (FFAC), Antônio Aquino Lopes, espera que a participação do torcedor seja ainda maior este ano do que foi em 2016.

– No ano passado o Acre foi o campeão nessa promoção. Os outros estados que tiveram a mesma participação não foram tão importantes quanto a nossa aqui, que foi sucesso total. Então, acho que vai repetir porque o povo aqui gosta de futebol e a promoção é muito boa, pois dá opção ao torcedor que não tem condições de ir ao jogo, de usar o meio ambiente recolhendo garradas, para ir. Não era para vir para cá, pois é feito um rodízio, mas lutamos na CBF para ser feito aqui no Acre e, graças a Deus, deu tudo certo.

De acordo com a CBF, no ano passado mais de 13 mil ingressos foram trocados e quase duas toneladas de garrafas pet foram encaminhadas para quatro cooperativas do Movimento Nacional de Catadores de Resíduos. Os valores dos ingressos são repassados posteriormente aos clubes pela CBF.

Trocas de garrafas por ingressos Copa Verde  (Foto: Duaine Rodrigues)

Presidente da FFAC, Antônio Aquino Lopes (3º D/E), ao lado do vice-presidente da CBF, Antônio Carlos Nunes, o Coronel Nunes (4º D/E) (Foto: Duaine Rodrigues)

A Copa Verde está prevista para encerrar no dia 17 de maio. O campeonato envolve 18 clubes de 12 estados do Centro-Oeste e Norte do país. O campeão receberá dois troféus: a taça convencional, e uma árvore da flora brasileira, prêmio vivo que vai ser plantado na sede ou no CT do clube vencedor. A competição mantém a presença do “Vermelhão”, mascote oficial do campeonato inspirado na arara-vermelha-grande, animal ameaçado de extinção e encontrado em estados onde estão sediados os clubes participantes do torneio.

O jogo de volta entre Galvez e Paysandu está marcado para 17 de março, em Belém (PA), às 20h30 (de Brasília), em local ainda indefinido. Quem avançar vai enfrentar Águia de Marabá-PA ou São Raimundo-RR na segunda fase.

A volta entre Atlético-AC e Remo está marcada para o dia 16 de março, também na capital paraense, às 20h30 (de Brasília). Quem se classificar do confronto vai enfrentar Fast-AM ou Santos-AP na segunda fase.

Ingressos convencionais

Os ingressos com preços convencionais para o jogo do Galvez podem ser comprados na rede de Supermercados Araújo  da Isaura Parente e Farmácia Verde Vida, no bairro Bosque, em Rio Branco. As entradas custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). A diretoria colocou uma carga de mil bilhetes à venda. Já para a partida entre Atlético-AC e Remo, o clube acreano disponibilizou 3 mil ingressos, também pelos preços de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), em todas as lojas do Supermercado Araújo, na capital.

 

 

Comments ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *